A OCDE possui mais de 300 Entidades, entre Comités, Grupos de Trabalho e Grupos de Peritos; a presença portuguesa é assegurada por Delegados vindos da capital e pelos membros desta Delegação.

O órgão decisório máximo da OCDE é o Conselho, reunido a nível de Ministros (MCM), que tem lugar uma vez por ano, em junho. No quadro da “gestão corrente”, tem para isso competências o Conselho, onde participam os Representantes Permanentes dos EM’s e que reúne uma vez por mês, sob a presidência do Secretário Geral.

A agenda regular do Conselho é preparada pelos três Comités Permanentes (Comité Executivo, Comité de Orçamento e Comité das Relações Externas). O Representante Permanente Adjunto tem assento nestes três Comités. Em termos decisórios, e por regra, as deliberações exigem consenso dos EM’s.

Portugal faz parte de quatro Agências da OCDE: Agência Internacional de Energia (AIE), Agência de Energia Nuclear (AEN), Centro de Desenvolvimento da OCDE, e o Fórum Internacional de Transportes (ITF). O atual Representante Permanente de Portugal junto da OCDE é o Embaixador Bernardo Lucena que apresentou credenciais ao antigo Secretário Geral Ángel Gurría a 25 de setembro de 2017.

  • Partilhe